Os Vinhos

Divido os vinhos tranquilos – popularmente designados por vinhos de mesa – de acordo com a frequência de momentos de consumo que o seu preço, reflexo (relativamente proporcional) da qualidade e da quantidade produzida, permite. Todos os anos, durante os meses de Maio e Junho, provo, com a metodologia de prova cega, mais de 1500 vinhos que partilham entre si duas características: o seu preço de prateleira estar balizado entre 2 e 10 euros e se encontrarem em comercialização na moderna distribuição, prontos para entrar num carrinho de compras; a selecção das melhores classificações é editada em livro. Entretanto, durante o mês de Outubro provo, também em prova cega, cerca de 800 vinhos que a imensa maioria da produção nacional considera como as suas propostas de nível superior: os topos de gama. É também com base nos resultados (que serão publicados, durante o período de Natal, em formato electrónico neste meu site) que justifico as nomeações para os melhores vinhos e os melhores produtores de Vinhos de Calendário, ou seja, néctares que, devido à sua exclusividade e preço, merecem a escolha do consumidor de forma espaçada no calendário, muitas vezes como testemunhas de boas celebrações.

VINHO DE CALENDÁRIO

QUINTA DE SAES, ESTÁGIO PROLONGADO, RESERVA
DOC Dão, Tinto, 2011, 93 Pts.
Lote com Touriga Nacional. Cor intensa de granada, nuance de telha. Garrafa bem evoluída, com bagos negros e framboesa compotada, terroso mineral, fumo de terra e tosta, leve licor de laranja e violeta. Muito sedoso e amplo, alongamento de taninos finos e polidos, estrutura grata de poder lavante e digestivo.
QUINTA DA PELLADA UNIPESSOAL

VINHO DIÁRIO

MARQUÊS DE MARIALVA, BAGA, BLANC DE NOIR, BRUTO
Baga Bairrada DOC, Branco, 2014, 89 Pts.
Baga. Cor média palha com nuance rosa. Fruta madura branca e vermelha. Tostados e notas de brioche. Muito guloso. Mousse muito orgânica e persistente, sem ferir mas com poder lavante de ampla gastronomia.
ADEGA DE CANTANHEDE

W-NOTÍCIA

GUIA COPO & ALMA
“Os ??? melhores vinhos 2018”

Caros Produtores, Enólogos e Distribuidores,

Tenciono lançar a nova edição 2018 do Guia Copo & Alma – xxx melhores vinhos portugueses no próximo período natalício. Trata-se de um projecto editorial que se iniciou em 2004, no seio da revista Evasões, e que na edição de 2005 foi acolhido pelos jornais diários Diário de Notícias e Jornal de Notícias. A partir da edição de 2010, o guia saltou para o meu site www.w-anibal.com, sendo o primeiro guia electrónico de vinhos no país e, talvez, no mundo. É nesta plataforma que darei a conhecer os melhores vinhos portugueses que provarei em Outubro deste ano e que recomendo para o Natal e para o próximo ano.

… ver carta aos Produtores

A escolha de vinhos num supermercado não é fácil…

Espero que os consumidores vejam este Guia Popular de Vinhos 2018 como um auxiliar para as suas boas compras. Um guia de vinhos deve ser prático, fácil de consultar e rico em propostas e comentários úteis para a seleção do vinho adequado à situação de consumo. Os mais de 600 vinhos selecionados no Guia Popular de Vinhos 2018 são dignos da minha confiança, do meu gosto pessoal e, espero, da sua prova.
Todos os vinhos estão classificados ou mereceram prémios dignos de registo.
Reserve um espaço no carrinho de compras do seu supermercado de eleição e, com a ajuda do Guia Popular de Vinhos 2018, escolha e prove bons vinhos de norte a sul de Portugal, país múltiplo de cores, aromas e sabores no estado líquido.

 “Exatamente um ano após o “10 de julho”, os adeptos da Seleção Nacional ganham duas novas e originais formas de recordar a data mais simbólica do futebol português.

O significado indiscutível do dia 10 de julho – a data da final de Paris – foi aproveitado para criar um vinho com o mesmo nome, cujo processo de produção foi idealizado e acompanhado por um dos mais prestigiados enólogos do panorama nacional, Aníbal Coutinho. A conquista do Campeonato da Europa representa uma vitória de todos os portugueses e a dimensão coletiva desse triunfo foi expressa nesta iniciativa através de uma seleção cuidada com contributos de várias regiões vinhateiras nacionais, à base de castas que cá se destacaram e marcam a diferença e a tipicidade do nosso território. Para além de ter sido conservado na melhor garrafa do mercado, o vinho “10 de julho” está incluído numa embalagem especial, de linha premium, que inclui ainda uma réplica do troféu dos campeões europeus” […] Saiba mais aqui.

EM DESTAQUE:
No passado dia 3 de Abril no Porto Canal, durante o programa Imperdíveis, o Astronauta Touriga Nacional, Regional Lisboa 2015, foi classificado em prova cega pelos dois críticos, Madalena Vidigal do Blog Entre Vinhas e Gonçalo Correia dos Santos da Pipadouro Vintage Wine Travel, como o melhor vinho até 12 euros.
Porto Canal, programa Imperdíveis, dia 3 de Abril 2017

 

Sponsors

Apoios e Concursos