Os Vinhos

Divido os vinhos tranquilos – popularmente designados por vinhos de mesa – de acordo com a frequência de momentos de consumo que o seu preço, reflexo (relativamente proporcional) da qualidade e da quantidade produzida, permite. Todos os anos, durante os meses de Maio e Junho, provo, com a metodologia de prova cega, mais de 1500 vinhos que partilham entre si duas características: o seu preço de prateleira estar balizado entre 2 e 10 euros e se encontrarem em comercialização na moderna distribuição, prontos para entrar num carrinho de compras; a selecção das melhores classificações é editada em livro. Entretanto, durante o mês de Outubro provo, também em prova cega, cerca de 800 vinhos que a imensa maioria da produção nacional considera como as suas propostas de nível superior: os topos de gama. É também com base nos resultados (que serão publicados, durante o período de Natal, em formato electrónico neste meu site) que justifico as nomeações para os melhores vinhos e os melhores produtores de Vinhos de Calendário, ou seja, néctares que, devido à sua exclusividade e preço, merecem a escolha do consumidor de forma espaçada no calendário, muitas vezes como testemunhas de boas celebrações.

VINHO DE CALENDÁRIO

FALCOARIA, GRANDE RESERVA
DOC DoTejo, Tinto, 2015.
Alicante Bouschet & Syrah. Cor granada retinta e carmim. Fumos de terra e tosta, tabaco, bagos silvesres e herbais, aroma peitoral de caruma. Especiarias várias e cacau. Elegante, sucrosidade bem desenhada, cobrindo taninos seletos, com longo polimento em garrafa. Poder lavante aclamado em mesas internacionais.
CASAL BRANCO SOCIEDADE VINHOS
GUIA COPO & ALMA 2021

VINHO DIÁRIO

FONTE DO OURO, ENCRUZADO, RESERVA ESPECIAL
DOC Dão, Branco, 2010, 93 Pts.
Encruzado. Cor citrina média. Tostados de especiaria doce, com mentas e fruta branca e amarela. Cremoso, sucroso, fresco, salivante, longo e de mesa grata. Qualitativo.
SOCIEDADE AGRÍCOLA BOAS QUINTAS
TOP 100 DO GUIA POPULAR DE VINHOS 2022.
À VENDA NAS LIVRARIAS.

Com o Guia Popular de Vinhos 2022, Aníbal José Coutinho e Neil Pendock vêm uma vez mais satisfazer as expectativas de um público que já cativaram com o rigor e o conhecimento evidenciado nas edições anteriores deste guia. Prático e fácil de consultar, o leitor sabe que irá encontrar sugestões de vinhos para todas as ocasiões, com a garantia de qualidade dada por dois provadores profissionais.

Este guia é uma ferramenta imprescindível para fazer uma boa escolha no supermercado, diante das muitas prateleiras de vinhos, com um preço justo entre os 2 e os 15 euros. Desfrute de vinhos portugueses de qualidade, de norte a sul do país, seguindo a criteriosa seleção que este guia lhe oferece.

SPONSORS EXCLUSIVOS PROJECTOS W

Cooperativa Agrícola Santo Isidro de Pegões Foi o grande proprietário rural e industrial de cerveja José Rovisco Pais quem doou as suas herdades de Pegões aos Hospitais Civis de Lisboa. Nelas viria a ser executado o maior projecto de Colonização Interna com a fixação de centenas de casais agrícolas e a plantação de 830 hectares de vinha. A Cooperativa Agrícola constituída por Alvará de 7 de Março de 1958 veio fornecer o apoio técnico e logístico à elaboração dos primeiros vinhos de Pegões. Numa primeira fase da sua existência a Cooperativa beneficiou de substanciais apoios financeiros e tecnológicos do sector estatal. Seguiu-se uma fase de ocupação e desequilibrio, consequente do processo revolucionário em curso ( 1975 – 76). Finalmente nos últimos 15 anos a Cooperativa empreendeu uma estratégia sistemática de modernização e estabilização financeira com o objectivo de melhorar e valorizar os vinhos da sua marca. Neste período a Cooperativa investiu cerca de 15.000.000€ para dotar a Adega com sistemas de vinificação e estabilização a frio, revestimento a “EPOXY” dos primitivos depósitos de cimento, complexo de cubas de INOX para fermentação com controle de temperatura, prensas de vácuo e pneumáticaas, modernas linhas de enchimento e rotulagem, ETAR, caves para estágio de vinhos com mais de 3.000 barricas, obras de beneficiação e conservação geral de edifícios e pavimentação dos acessos fabris. No plano da organização interna, avançou-se na informatização da empresa que, neste momento, está certificada na norma NP EN ISO 9001: 2000 e HACCP.

A Casa Ermelinda Freitas dedica-se à produção de vinho desde 1920. Os 550 hectares de vinhas estão situados em Fernando Pó, uma zona privilegiada da região de Palmela, com 60% de Castelão, 20% de variedades tintas (como Touriga Nacional, Trincadeira, Syrah, Aragonês, Alicante Bouschet, Touriga Franca, Merlot, Petit Verdot, Pinot Noir, Petite Sirah, Carmenere ou Moscatel Roxo) e 20% de uvas brancas (como Fernão Pires, Chardonnay, Artinto, Verdelha, Sauvugnon Blanc, Moscatel de Setúbal, Viosinho, Encruzado, Alvarinho, Pinot Grigio, Viognier, Vermentino e Gewürztraminer), perfazendo um total de 30 castas diferentes, que são exploradas anualmente na Casa Ermelinda Freitas.

A Cork Supply foi fundada em 1981 por Jochen Michalski na reconhecida região vinícola do Norte da Califórnia. Nas três décadas que se seguiram, sob a liderança pioneira de Jochen, a Empresa multiplicou os seus colaboradores e a sua atividade por todo o mundo. Através de uma produção global e sede de Investigação & Desenvolvimento implementada em Portugal, com operações de serviço ao cliente por toda a Europa, América do Norte, América do Sul, Austrália, África do Sul e China, a Cork Supply fornece os seus produtos e serviços de qualidade em todas as principais zonas produtoras do mundo. Hoje em dia, a Cork Supply é um dos maiores fabricantes de rolhas naturais para a indústria vinícola a nível global e é o maior fornecedor de rolhas naturais da América do Norte. Todos os produtos da Cork Supply são fabricados com o mesmo compromisso: orientado para a satisfação do cliente com garantia de qualidade, que fez merecer a nossa reputação de especialistas em engarrafamento no seio da indústria vinícola.

SPONSORS PRÉMIOS W 2020

Todas as Marcas Participantes nos Projectos W 2020